O auditório

07:43 by Bruno Godinho

Ao adentrar o auditório
Entro sorrateiro
Piso miudinho, pé maneiro
para não interromper o oratório.

A platéia alvoroçada vibra,
bate palma e até chora.
Sem se importar, despede-se e vai embora.
Deixando o peso de uma libra.

No canto, acompanho tudo sozinho.
Arrumo a bagunça.
Cuido com carinho.

Faço tudo pra ficar aqui, mas parece em vão.
Eu disse auditório?
Desculpe, quis dizer seu coração.

Posted in | 1 Comments